017 – PodGeekCast – Programa Apollo

Fala Geeks!

Neste programa Jon, Peregrino, Shaq, Biro e Scott tiram dúvidas e contam a história da ida do homem até a Lua através do Programa Apollo!


Download         Add o feed!

Realizem o download, coloquem em seu feed, e nos acompanhem!
Abraços, aguardamos seu feedback pelo e-mail feedback@colunageek.com.br

Comentado no cast:
WeCast

Legenda Sonora – Contribuição ao Projeto

Stellarium

NASA Eyes

3:33

Músicas utilizadas neste episódio:

Craig Armstrong – Dark Red Theme 2 (Victor Frankeinstein OST)
Hans Zimmer – Cornfield Chase (Interestellar OST)
Hans Zimmer – Dust (Interestellar OST)
Hans Zimmer – The Wormhole (Interestellar OST)
Hans Zimmer – Montains (Interestellar OST)
Hans Zimmer – Afraid of Time (Interestellar OST)
Hans Zimmer – Running Out (Interestellar OST)
Craig Armstrong – Prometheus Ascending (Victor Frankeinstein OST)
Hans Zimmer – Coward (Interestellar OST)
Craig Armstrong – Finale (Victor Frankeinstein OST)
Craig Armstrong – Gordon’s Escape (Victor Frankeinstein OST)
Hans Zimmer – No Need to Comeback (Interestellar OST)
John Williams – Sean’s Theme (Minority Report OST)
John Williams – Minority Report (Minority Report OST)
John Williams – Leo Crown (Minority Report OST)
John Williams – Spyders (Minority Report OST)
John Williams – Sean and Lara (Minority Report OST)
John Williams – Everybory Runs! (Minority Report OST)
John Williams – Visions of Anne Lively (Minority Report OST)

Leitura de Comentários e E-mails:
Eugene The Dream – Spongebob Trap Remix “Krusty Krab”
Jim Carrey – Cuban Pete (The Mask OST)
Tristania – Lost

Jonathan

1º Editor do PodGeekCast, ouço rap, leio Naruto, Dmc foi um ótimo game, Constantine não deveria ter sido cancelada, e tenho 5 reais para comprar alimento. Sim, eu sou o Batman.

  • Lorar

    Olá Geeks. Peço desculpas pelo sumiço, as férias me tiraram da rotina de escutar podcasts, mas enfim estou de volta para alegrá-los com minha lunática presença (referência ruim ao tema).

    O episódio ficou sensacional. A edição está cada vez melhor. Me peguei lembrando dos primeiros episódios e fiquei chocada em perceber a diferença entre eles. Estão cada dia mais profissionais! Parabéns!

    A solução que deram para as quedas de sinal do Scott foram uma bela sacada. Ficou divertido escutar.

    Achei que estivessem brincando quando usaram o termo alunissagem, tive que pesquisar e descobri que alunissagem ou alunagem são palavras que podem ser utilizadas sempre que uma nave espacial pousa sobre um satélite natural e não apenas na lua.

    Algum dos participantes disse em um momento que a lua não tinha rotação própria. Não é bem assim. Na verdade a lua tem sim sua própria rotação e translação, assim como qualquer astro. O que acontece é que devido aos efeitos de maré acabou que o tempo em que a lua demora para para fazer sua translação, ou seja, rodar em torno de seu próprio eixo é exatamente igual ao período em que ela demora para completar uma volta em torno do nosso planeta. É uma sincronia perfeita gerada por efeitos gravitacionais que faz com sempre vejamos apenas um lado da lua.

    E falando em lado da lua, uma coisa que poucos sabem é que o lado escuro da lua não é sempre escuro. Devido aos movimentos em torno do sistema solar, acontece de ele receber iluminação sim. Creio que ganhou o nome de lado escuro da lua justamente pelo motivo de não conseguirmos enxergar e não por ser sempre um breu.

    E agora o momento teoria da conspiração: não consigo entender como estamos há quase 50 anos sem colocar os pés na lua. Por mais que os motivos sejam convincentes, algo de errado parece não estar certo.

    Não vou me estender mais até porque ainda faltam 1 hora de programa para ouvir. Qualquer coisa relevante volto aqui.

    Abçs,
    Lorar

    • Alexandre Silva

      Olá Lorar, obrigado pelo seu comentário, prometo que vou pesquisar mais sobre as caneladas que você citou, realmente uma ou outra sempre passa despercebido. 😉

      • Lorar

        Oi, Biro 🙂
        Cara o podcast ficou incrível e eu realmente não senti esse tom de “canelada” nas informações passadas. Você foi bem claro quando disse que estava estudando e aprendendo e isso é o importante. Ter noção de que estamos sempre atrás dessas verdades universais que tendem a ser bem complicadas, tanto que são ensinadas erroneamente nas escolas.

        A analogia que o Jon passou sobre o giro de dois bailarinos também deixou bem clara como funciona a rotação da lua. Acontece que se adotamos a Terra como ponto referencial, a impressão que dá é que realmente ela não tem rotação própria. É como dois veículos se deslocando no mesmo sentido e velocidade: um está em repouso em relação ao outro. Tudo depende do referencial.

        Agora já estou me empolgando com o assunto e ficando muito chata. Dica: não dá corda porque acabo perdendo o bom senso nesses assuntos hahahha.

        Obrigada pela atenção e dedicação em estudar só para me responder. Aguardo ansiosamente outro tema astronômico. :*

    • Alexandre Silva

      Lorar, realmente a canelada foi grande, depois de ler um texto diversas vezes, só consegui entender a rotação da Lua com um globo da terra e um ketchup kkkkkkkkkkkkkk, acredite se quiser.